Páginas

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Num instante fulminante de um olhar III


Os dias passavam e nada mais acontecia.... cansada de esperar, decidiu tomar as rédeas da coisa. Decidiu escrever num post-it o número de telefone dela. Mas como lhe entregar?... Surgiu lhe uma ideia.... entregou o á bibliotecária a quem pediu o favor de lhe entregar.... Depois do favor pedido, arrumou as coisas e foi embora a pensar que talvez aquela tenha sido a maior idiotice que alguma vez tenha feito.... Mas no entanto as horas passaram e o telefone não tocou... Os dias passaram e o telefone não tocou... não pelo menos que ela visse que era ele....
Bem, pensou ela, ou ela não lhe entregou ou ele não o quis....
Ela nunca deixou de se sentir um pouco idiota por te lo feito.
Parece que esta história terminou antes mesmo de começar....

Sem comentários:

Enviar um comentário

express yourself! :)

Mais Novidades?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...