Páginas

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Cinema | Precious


Hoje vi o filme "Precious", há muito tempo que queria -lo, mas hoje quando o vi no videoclube da Zon decidi aluga-lo e não podia ter ficado mais surpreendida... 
Surpreendida por aquele filme tocar-me de tantas maneiras, tocou-me o facto de ela dizer: " o amor pôs-me doente".
Um dia o amor também me pôs doente e quando isso aconteceu, eu não era nada... Pelo menos era assim que me considerava... Alguém sem valor e com um sentimento de falhanço escrito no coração.
Olhava-me ao espelho e não via nada mais que sombra e dor...  Comecei a entender que não há ninguém que possa me fazer sentir valorizada senão eu mesma... Não há ninguém que se vá levantar de manhã por mim senão eu mesma, não há ninguém que me vai amar como eu quero e eu espero, senão eu mesma. E ninguém vai enfrentar os obstáculos e os problemas senão eu mesma. 
Hoje, na proximidade de uma mudança na minha vida, mais uma no caminho de um objectivo, eu olho para trás e penso: Eu devia "agradecer" a quem me pôs doente, pois deu-me oportunidade de me levantar, ter objectivos, querer ser mais do que eu era... e para que nunca eu tenha de pôr a minha felicidade nas mãos de outrem, para que eu tivesse a consciência que nem toda a gente merece o amor que eu um dia dei... e que nem toda a gente tem o coração para ser amada.
Este filme tocou-me e com certeza, deve haver muita gente que precisa de o ver também... Este tem o meu voto :)
Cheers :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

express yourself! :)

Mais Novidades?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...