Páginas

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Não sei o que diga....

 
Eu sei que venho um pouco atrasada na coisa, mas quando li a crónica da Margarida Rebelo Pinto, pensei que tinha caído numa "twilight zone". Por favor, alguém, tenha a bondade de lhe dizer que anda a meter demasiada "cena" no "charuto", porque para cenas tristes já temos o governo... Há muita gordinha lindíssima, que a mete, a si, sua escanzelada, já nem digo no bolso, mas sim no cu de um dromedário... FDS!
No entanto ao ter lido a crónica da Sra Margarida Rebelo Pinto, adorei a resposta desta leitora que com vocês partilho:
"Caríssimos amigos,
Cada um é livre de ter a sua opinião e esta "senhora" expressou a sua. Tenho também o direito à minha … mas os meus pais deram-me educação por isso não vou usar do direito de verbalizar palavrão, que segundo esta “senhora” a minha obesidade me deu!!! Senão lá eu diria para ir para sítios que rimam com “alho”! Mas sou uma GORDA educada e não tenciono publicar aqui, toda a “listagem” de palavrões, e de localizações que gostaria de colocar no GPS da “senhora”, que todos aqueles que privam comigo, sabem que me passaram pela cabeça quando me deparei com esta “pérola” literária!
Como obesa que sou e sempre fui tenho a dizer que nunca andei em bebedeiras, nem fiz as figuras lamentáveis que esta "senhora" refere, muito menos andei a fazer “xixis” em becos. No entanto, devo subscrever que sempre pertenci a um grupo de amigos... até mais que um, e que sempre disse palavrões (tenho uma costela nortenha) e falei de sexo na mesa ou no sofá ou onde tivesse de ser... não sou pessoa de ter TABUS... Isso no máximo faria de mim uma "pseudo" sexóloga e não porca! Da mesma forma que não aponto o dedo às minhas amigas magras que dizem palavrão, e que gostam de beber uns copos!
Nunca os meus amigos foram comigo para a cama (a não ser para dormir) depois de terem bebido 7 vodkas. No entanto cheira-me que esta frustração imensa que esta "senhora" demonstra nestas palavras advenha do facto de ninguém a querer levar para a cama ... mesmo depois de 7 vodkas. Ou então foi trocada por uma gordinha... lamento, mas se alguns homens dizem preferir "qualidade à quantidade", quando os dois itens se juntam não há homem que resista.... e no caso desta "senhora" nem uma nem outra ...
Todo o artigo me cheira mais a inveja do que outra coisa, inveja de ao fim do dia, depois de ter passado pelos seus institutos de beleza, de pôr toneladas de cremes e maquilhagens, e de comer miseras gramas de comida insípida ( mas sem calorias), por bem de não ganhar mais 25 gramas que seja, chegue a casa e aquilo que encontre no espelho é um imenso vazio físico e sentimental... já para não falar do imenso vácuo que lhe habita entre as orelhas! Enquanto que nós gordinhas, chegamos a casa e nos “borrifamos” no espelho, e nos vamos enroscar no sofá com a pessoa que nos escolheu pelo que somos e não pela “embalagem”. O corpo envelhece, adoece, e enruga. Nele a acção da gravidade é inevitável …. Já a nossa essência permanece connosco!
Já agora é mentira quando diz que quando está mais gorda ninguém diz, mas que ando se esta mais magra todos referem ... não sei de onde tirou ideia mais estapafúrdia!?!?!
Não sou exemplo para ninguém ... sou pesada demais para ser fisicamente saudável, mas sou rodeada dos melhores amigos do mundo...daqueles tais a quem digo palavrões e com quem posso rir e chorar, e falar de sexo, e falar da vida e da morte, e falar de amor, e falar de acéfalas, e de gente culta. Aqueles que são meus amigos nos meus sucessos e nos meus insucessos! Aqui sim está o meu maior peso ... imensas toneladas de amor, imensas toneladas de carinho, imensas toneladas de amizade (será que esta "senhora" sabe o que é ter amigos?). Os meus amigos não têm pena de mim, e só alguém fútil como esta "senhora" para tirar esta conclusão. Pena tenho eu dela, porque 1000 vezes ser gorda... sabem é que eu quando eu REALMENTE quiser emagreço, mas gente estúpida, nasce estúpida, vive estúpida e morre estúpida... é inevitável!
Tenho que dizer que pior do que esta "senhora" escreve, são aquelas pessoas que lêem este tipo de artigos e que ficam indignadíssimas, e que a toda a hora postam no facebook uma imensa panóplia de coisas contra a discriminação, contra o racismo, contra o preconceito... a favor "daquela menina que você chama de gorda, mas que se mata a fome para emagrecer" mas que depois, se cruzam com a "gorda" e antes mesmo de lhe dizerem "então como estás? O que é feito de ti? O que andas a fazer na vida?" lhe perguntam “ai estás tão gorda, então quando é que vais fazer a operação?" ou "porque é que não vais para o programa dos gordos?", e que a tentam humilhar, como se ser gorda não fosse um direito de cada um, apenas porque para se poderem sentir bem têm que se convencer que são melhores do que os outros porque pesam menos uns Kg! E que descriminam o “amigo” por ser homossexual, ou por terem a ideia que é... ou porque acham que a inteligência de uma pessoa depende da cor da pele... Deixem de ser hipócritas !!! Se fossem tão bons como tentam parecer no facebook … aiiii!
Lembro só que não é ela a única culpada deste artigo ter sido publicado... aos "senhores" do Sol, que permitiram esta publicação lembro que, para além de poder ser considerado de bullying, é chamado de "artigo de opinião" mas é profundamente discriminatório e incorrecto e é lamentável que o tenham publicado!!!"

Por claudiasmv
 
Cheers :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

express yourself! :)

Mais Novidades?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...